sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Capítulo 194

Trabalhar num plantão não é para qualquer um. Precisa ser muito "espertinho" para escolher uma profissão que irá te consumir de segunda a segunda, incluindo finais de semana, feriado, aniversários de parentes e amigos. Ah, você também consegue a proeza de numa segunda opção profissional escolher outro ofício que também não tem data, nem horário para precisar de você. Mas enfim, no fundo você gosta, láaaaa no fundinho!!! Ocupando o meu tempo, já que nem sempre alguma coisa de interessante acontece, passeei por alguns blogs, a maioria de desconhecidos, percebi que todos, sem exceção mesmo, mas todos eles têm um texto direcionado para um certo alguém. Claro, quase 100% deles são tratados no passado, ora perfeito, ora nem tão perfeito assim. Há textos bons, palavras que eu gostaria de ter escrito. Outros nem tanto, mas vale a intenção. Essa descoberta me fez pensar "os blogs são na verdade o rascunho do e-mail que você não mandou?" Sim, porque esses textos são direcionados para uma pessoa, uma única pessoa. Não seria mais fácil pegar o que foi escrito, ir em nova mensagem, colar o texto e enviar? Falta coragem? Necessidade de compartilhar com os leitores? Ou receio de lotar a caixa de entrada da pessoa? Não sei o que é, mas que todo blog tem, ah, isso tem!!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Capítulo 193

Quando sua mãe chega rindo para você e diz que aconteceu um "acidente", você já imagina que ela mexeu em alguma coisa sua e fez caquinha. (Um dia os papéis se invertem, não é?)

Você - O que foi? (sem fazer a menor ideia do que possa ter acontecido)

Mãe - (uma risada para cada palavra) Tava ventando muito, a janela estava aberta e uma meia sua voou.
Você - Ah, é isso? (que bobagem, mostre à sua mãe que vc é bem mais relax do que ela era) É só ir lá em baixo pegar.

Mãe - (ainda rindo) Não, ela ficou no parapeito do 10º andar.

Você vai até a janela, para ver qual era a meia voadora. Merda, era uma das únicas boas, fofa, com um gatinho. Você vai até o 10º andar. Toca a campainha. Toca de novo. Toca mais uma vez. Perde o dedo na campainha. Hummm...é...acho que não tem ninguém. Porta trancada. Povo desconfiado, vai viajar e fecha todo o apartamento. Eu quero a minha meiaaaaa!!!!!!!

Você - Não tinha ninguém lá.

Mãe - Ah, era só uma meia.

Você - Só uma meia? Sabe que isso significará no futuro: "Eu deixo meu filho aqui, vou trabalhar e quando eu volto, você diz 'sabe o que aconteceu? Estava ventando muito, a janela estava aberta e seu filho saiu voando!!!"

Mãe - Não, filha. Isso não vai acontecer. Ao menos que eu precise pendurar a criança no varal.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Capítulo 192

E o melhor do Carnaval 2009 foi.....





..... o cachorrinho super mega fofo que apareceu nos dois dias de desfile no Rio. Coisinha linda, não dá vontade de levar pra casa?

Capítulo 191

Texto que recebi por e-mail. A autoria é do jornalista Marcelo Salles.


Dois caminhos


Três fatos históricos ocorridos em menos de duas semanas resumem, em grande parte, o que foi 2008 e indicam as possibilidades para os anos seguintes.No dia 20 de dezembro a Bolívia foi declarada território livre de analfabetismo,no dia 27 o governo israelense iniciou um ataque que assassinou centenas de palestinos e no dia 1o de janeiro Cuba comemorou 50 anos de Revolução.O primeiro fato foi ignorado pelos meios de comunicação de massa brasileiros,o segundo foi relativizado e o terceiro, menosprezado. Com isso, editores e articulistas não foram capazes de enxergar a relação entre os três acontecimentos,reduzindo assim o prisma de suas análises e comprometendo suas coberturas jornalísticas.Em primeiro lugar, é preciso enfatizar que não é todo dia que um país erradicao analfabetismo. Poucas são as nações que lograram este objetivo, mesmo entre aquelas economicamente desenvolvidas. Na Bolívia, 819.417 pessoas entre 15e 80 anos aprenderam a ler e escrever durante os 30 meses do Programa deAlfabetização, implementado com a ajuda dos governos cubano e venezuelano.Cuba entrou com o método "Yo, puedo", além de médicos que realizaram 250mil consultas, 3 mil cirurgias de vista e distribuíram 210 mil óculos para a população. Por sua vez, a Venezuela doou 8 mil painéis de captação de energia solar para que o programa também pudesse ser implementado nas áreas desprovidas de energia elétrica. Assim, Bolívia se tornou o terceiro país latino-americano livre do analfabetismo, depois de Cuba (1961) e Venezuela (2005).Para eliminar o analfabetismo na Bolívia, os três governos investiram o equivalente a 36 milhões de dólares. Esse valor se refere a todos os custos do programa,incluindo as doações, como os painéis solares venezuelanos, a assistência médica cubana e todo o equipamento áudio-visual. 36 milhões de dólares é menos do que os EUA enviam para Israel a cada três dias em armas e equipamentosde guerra, uma ajuda cujo valor total anual é de aproximadamente US$ 5 bilhões.O ataque de Israel contra a Palestina deixou mais de 1.200 palestinos mortos e aproximadamente 5.000 feridos. A maior parte dos mortos eram crianças,mulheres e idosos. Milhares de palestinos estão neste momento desabrigados,sem alimentos, medicamentos e água corrente. Até um edifício da ONU foi atingido.Não há médicos suficientes para atender a tanta gente. Chefes de Estado do mundo inteiro classificaram a agressão israelense como "genocídio" ou "carnificina"e pediram um cessar-fogo imediato. A resposta do governo israelense veio pelo vice-ministro de Defesa Matan Vilnai: "Isso é só o começo". O presidente eleito dos EUA calou, enquanto o governo estadunidense declarou que a matança"só vai parar quando o Hamas deixar de disparar mísseis contra Israel". Enquanto as corporações de mídia informavam ao público brasileiro que o genocídiocometido contra o povo palestino se tratava de um conflito de igual para igual entre o "grupo terrorista Hamas" e Israel, os cinquenta anos da Revolução Cubana foram apresentados como uma "ditadura em declínio" (Folha de S. Paulo,30 de dezembro de 2008) de onde restou apenas "a memória de uma aventura que se prometia gloriosa e a evidência de um desastre construído" (Estado de S. Paulo, 1o de janeiro de 2009). O termo "ditadura" também foi utilizado pela TV Globo para classificar o governo cubano. No mais, foram fartas as matérias enviadas de Havana, que naturalmente continham apenas os relatos dos que são contrários ao governo cubano.Nesse sentido, a não publicação da erradicação do analfabetismo na Bolívia não foi apenas um lapso midiático, mas uma escolha editorial fundamental para a legitimação do sistema capitalista, mesmo às custas de uma gigantesca falha jornalística – que deveria se estudada em toda faculdade de comunicação que se pretenda séria. Se não, como poderiam explicar que um país socialista como Cuba, debaixo de um feroz bloqueio econômico, alcance a façanha de exportar um conhecimento capaz de dotar todos os cidadãos bolivianos da capacidade de ler e escrever? Como poderiam explicar que essa empreitada fora conquistada com o mesmo investimento de um punhado de bombas utilizadas para massacrar o povo palestino? E, mais difícil ainda: como explicar que a maior potência militar e econômica do mundo ainda tenha analfabetos em sua população?Essas respostas jamais serão encontradas nas corporações de mídia

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Capítulo 190

O que foi o Oscar 2009:
  1. Se não tivesse tv a cabo, não teria Oscar este ano?
  2. Onde estava Javier Bardem? Vocês não esperaram por ele nos agradecimentos de Penélope ou ao lado dela na hora da premiação? Javier, Javier......
  3. Ainda sobre Penélope, o vestido mais lindo da noite. Mas ao invés do estilo bonequinha de luxo ela poderia ter apostado num look mais latino, né?
  4. Em alguns momentos vocês não tiveram a impressão que dormiram e ao acordar já era segunda à noite e estavam vendo Caminho das Índias?
  5. Que penteado mais 12 anos era aquele de Jennifer Aniston? Poxa, era o tão comentado encontro entre Brad-Jolie-Jennifer. E ela aparece com aquele cabelinho preso de lado?? Solto, sexy, Jen, não falha.....:P
  6. Pessoal, vestido com laços é horrível, parece um bolo ambulante, péssimo.
  7. A edição com mais ombros de fora. Homenagem ao carnaval?
  8. Tina Fey e Steve Martin conseguem roubar as atenções só se apresentando (O que nem precisava, vamos combinar, mas foi engraçado)
  9. A impressão de que o casal Brangelina até o final da noite iria adotar uma daquelas crianças indianas? "Vamos levar os dois garotos" "Não, não, vamos levar a menina também." Melhor fazer uma contagem antes de embarcarem os pequenos de volta pra Índia, se faltar alguma criança já sabem onde procurar
  10. Engraçado, bonito, bom ator, ótima voz, deve beijar bem e ser bom na cama. Super entendido porque Hugh Jackman foi eleito o homem mais sexy do mundo.
  11. Quando Heath Ledger vai parar de levar todos os prêmios?
  12. Carrie Bradshaw casada com Ferris Bueller. Nada é mais bizarro e sem química do que isso!
  13. A premiação ficou menos chatinha e menos injusta.
  14. Reese Whiterspoon não deveria nunca, mas nunca mesmo franzir a testa. Repararam o quão assustadora a sobrancelha dela ficou?
  15. Sem ideia do porque Joaquin Phoenix deu aquele piti no David Letterman, mas a imitação de Ben Stiller foi engraçada, nem parecia Oscar, teve cara de Mtv Movie Awards.
  16. Não havia um brasileiro na festa?? Nem para fazer volume, marcar presença, nada?? Onde estavam os internacionais Rodrigo Santoro e Alice Braga?
  17. Valeu a pena treinar com o frasco do shampoo, Kate Winslet estava ótima nos agradecimentos.
  18. Aqueles que anunciavam os indicados haviam mesmo visto os filmes ou se basearam só nas revistas de fofocas para fazer o discurso? Aliás, quem os escreveu?
  19. Seria uma grande injustiça Brad Pitt ganhar como melhor ator: bonito, rico, casado com Angelina Jolie, pai de uma creche multiétnica e ainda por cima bom ator? Tsc, tsc, não dá pra ter tudo na vida, caro Brad....
  20. Os olhos azuis de Sean Penn e sua linda esposa!!
  21. Fizeram falta: Cate Blanchett, Tom Cruise, Jack Nicholson e Jim Carey.
  22. Como se manter acordado até o final?

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Capítulo 189

A maldição do jornalista:

  1. Não terá vida pessoal, familiar ou sentimental
  2. Não verá o filho crescer
  3. Não terá feriado, fins de semana ou outro tipo de folga (não seria ótimo se o jornal só saísse de segunda a sexta?)
  4. Terá gastrite, se tiver sorte. Se for como os demais, terá úlcera. (gastrite,check!)
  5. A pressa será o único amigo, e as refeições principais serão sanduíches, pizzas e pães de queijo.
  6. Os cabelos ficaram brancos antes do tempo. Se sobrarem cabelos.
  7. Sua sanidade mental será posta em xeque antes que complete cinco anos de trabalho (perdi as contas de quantas vezes :P)
  8. Dormir será considerado período de folga; logo, não dormirá
  9. Trabalho será o assunto preferido, talvez o único
  10. As pessoas serão divididas em dois tipos: as que entendem de comunicação e as que não ( e as que entendem de teatro, e as que não)
  11. A máquina de café será a melhor colega de trabalho (e o chocolate quente e chá também)
  12. Sonhará com o trabalho: lead, pautas, diagramação. (sonhos com cores: vermelho, verde, amarelo)
  13. Exibirás olheiras como troféu de guerra
  14. E, o pior, inexplicavelmente, gostará disso tudo (tenho minhas dúvidas quanto à essa última)

Capítulo 188

Por que há coisas que parecem que não ficam na nossa cabeça de jeito nenhum? Tive uma professora no teatro que simplesmente não conseguia decorar o meu nome. É, meu nome, Juliana, um dos mais comuns. Toda vez que ela ia falar comigo, fazia aquela cara super se esforçando, eu via que a "falta de memória" dela era sincera, mas me causou questionamentos "será que eu não tenho cara do meu próprio nome?" O pior é que o do resto da turma ela sabia o nome de cada um e até sobrenomes e apelidos. Até que num belo dia Almodovar lançou seu novo filme na época, Volver, ela assistiu e veio muito feliz me contar sobre a película e que... tinha me achado parecida com Penélope Cruz. "Sério?" "Seríssimo". Até hoje ela não sabe o meu nome. Toda vez que ela me encontra, ela diz "Oi, Penélope".

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Capítulo 187

O site norte-americano Handbag fez uma listinha bem divertida com os 10 tipos de relacionamentos que toda mulher deve ter ao longo da vida.


1- Primeiro amor
2- Amor de férias (o famoso amor de praia não sobe a serra para o povo de SP)
3- Bad boy
4- O homem mais velho
5- One night stand (alguns minutinhos, beijo e tchau)
6- Uma relação a distância
7- Aquele que acaba com o seu coração
8- O indisponível (casado, enrolado, workaholic, etc, etc, etc...)
9- O amigo que se torna um "amigo colorido"
10 - The One (Porque vamos combinar, hein, depois de passar por tudo isso é bom que haja mesmo um pote de ouro no fim do arco-íris)

E aí, estão por quanto? :P

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Capítulo 186


Depois de um ano, a foto anterior foi a primeira do blog. Ok, falta de contato com a tecnologia.

Uma das minhas preferidas, da melhor cidade do mundo!! (tirada com o meu talento fotográfico :P)

Capítulo 185


Notícias bizarras, hahahahah: http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro/0,,MUL1009534-6091,00-MULHER+GANHA+FELIZ+ANIVERSARIO+COM+MENSAGEM+GIGANTE+EM+PRAIA.html

O mais legal de tudo, ela não queria ganhar nada, comportamento padrão de mulheres normais que esperam sempre alguma coisa :P


Capítulo 184

http://www.youtube.com/watch?v=kSqcmi-K36I

É ótimaaaa!!!! Apesar de eu estar mais pra escravinha, escravinha, escravinha.... :P
Não contei ainda que já encontrei Seu Jorge no aeroporto, né? Prometo que um dia escrevo sobre e que os próximos blosg serão maiores, mas é que o pré-fechamento, o próximo e todos os fechamentos me chamam!!!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Capítulo 183

Top 5 - Odiaria se eles falassem

1 - Meu espelho
2 - Meu travesseiro
3- Computador (casa e trabalho)
4 - Portas (todas, sempre)
5 - Carro

Capítulo 182

Top 5 - Não vi e não gostei

1 - Harry Potter
2 - Senhor dos Anéis
3 - Lost
4 - BBB
5 - Jackass

Capítulo 181

Um dia vc percebe que todos os seus seriados de uma forma ou de outra tem uma ligação:

1- Fred Savage (Anos Incríveis) esteve em Seinfeld (acabei de descobrir, que emoção!!)

2- David Schwimmer (Friends) em Anos Incríveis (o namorado hippie da irmã do Kevin)

3- Kristin Davis (Sex and the city) em Friends (namorada de Joey)

4- Matthew Perry(Friends) e Eva Longoria (Desperate Housewives) em Barrados no Baile

5- Charlie Sheen (Two and a Half men) em Friends

Pronto, não vou conseguir dormir pensando em mais itens pra encher a listinha.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Capítulo 180

Num papo com uma amiga que contava sobre o namoro que havia acabado, mas tinha sido reatado semanas depois:

Amiga - Acredita que ele me perguntou se eu tinha ficado com alguém nesse meio tempo.
Você - Ué, vc tava sozinha, fica com quem quiser.
Amiga - Pois é, e ele disse "se eu descobrir que vc ficou com alguém enquanto estávamos separados, a gente não fica mais junto."
Você - Ahahahah, e vc falou o que?
Amiga - Disse nada, só pensei "imagina o que ele faria se descobrisse que fiquei com alguém enquanto ainda estava com ele?"

Capítulo 179

Por que quando você está de folga, sem nada para fazer, depilada e não está naqueles dias, chove?? O que eu fiz pra São Pedro? Por que ele me impede de ter momentos de lazer na piscina??? Outro dia de inverno em pleno verão, tsc, tsc

Capítulo 178

Top 5 - Soy contra:

1 - Eutanásia
2- Aborto
3 - Gente que grita comigo
4- Mundo sem chocolate
5 - Pessoas que dormem e roncam do seu lado na yoga

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Capítulo 177

1 ano de blog!
Obrigada a todos.
Com carinho, J.Portugal

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Capítulo 176

So fucking special......adoro esse baiano

http://www.youtube.com/watch?v=CU3rH8ApNKU

Capítulo 175

Eu avisei que ia abusar do Humberto nestes dias de "folga" (dele, claro :P) .
Já fica aqui o primeiro comentário: eu adorei!!!!


Um bom filme não é aquele que tem um roteiro genial, uma grande produção ou uma direção impecável. É o que toca as pessoas. O Curioso Caso de Benjamim Button me tocou.
O filme é longo (as vezes fica até difícil não dar aquela piscada, né?), e os eventos vão se sucedendo. A história é boa, mas, a mim, me tocou uma parte. É quando o Benjamim, após idas e vindas, fica com a Daisy.
Num momento, quando os dois estão de frente a um grande espelho se olhando, Benjamin envolve Daisy pela cintura e percebe que, finalmente, tinha chegado o momento em que os dois poderiam ficar juntos.
- I wanna remember us just as we are now, ele disse, antes de tirar um "retrato mental".
Naquele momento, Benjamim e Daisy tinham a mesma idade. Mas cada um seguia num sentido oposto. Ele sabia que o momento não iria durar.
Em seguida, o filme mostra a sequência da vida dos dois juntos - sempre deixando iminente o final pouco feliz.
Por que essa sequência toca as pessoas? Porque é uma metáfora da vida.
Nós sabemos para onde vamos. Sabemos o nosso fim. Mas queremos que as coisas boas da vida durem. Fingimos ignorar os sinais do fim dos bons momentos. E não aceitamos quando ele aparece. Vem o sentimento de que algo deu errado.
Meu propósito não é falar do fim, mas do começo. Muitas pessoas, por temerem o fim, evitam o primeiro passo. Não vivem. Se vai acabar, por que começar? E se agarram nesse pensamento, com uma segurança tão grande que os faz parecer fortes, seguros, confiantes. Um dia, quando percebem, a vida passou. Não há histórias para serem contadas.
O bom de ser jornalista é a possibilidade de aprendermos com as diversas pessoas com quem conversamos. Certa ocasião, entrevistei um psicanalista. Ele me falou da importância de as pessoas vivenciarem seus próprios "filmes". Um filme, como sabemos, tem um fim. Mas devemos vivê-los, sem medo do que o término possa nos causar.
Ele viveu o dele. Na adolescência, se correspondia com uma menina de Amsterdam. Os dois se viram pouquíssimas vezes. A última foi em Paris. Ambos sabiam que aquela seria a última em que se cruzariam nessa existência. Alguns, sabendo disso, poderiam desistir ou curtir o momento de forma fria, quase anestésica.
Os dois não. Passaram os dias como dois apaixonados, aproiveitando cada momento que, sabiam, teria um fim - um fim eterno.
Quando finalmente chegou, houve tristeza. Ambos seguiram suas vidas. Esse meu contato é casado, tem filhos, talvez netos. Mas guarda com carinho aquele seu filme.
Ele não teve medo do fim. Viveu o presente com coragem. E ganhou uma boa história.
Situações assim aparecem sempre navida de uma pessoa. Basta não fechar os olhos. Arriscar, entrar de cabeça e ser feliz.
E, quando chegar a hora, aí que se deve pensar se o filme foi de aventura, romance, comédia.... ou drama.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Capítulo 174

E o castelo no meio do nada, hein? Óbvio que passou pela minha cabecinha como seria morar num lugar como esse. Não tenho a menor idéia, de tão surreal que é, mas poderia ser algo assim: acordar às 9h, percorrer todos os cômodos da casa (36!!!!!) e checar se está tudo ok, passar a tarde na piscina, jogar tênis, tocar piano (fazer todas as coisas ricas que eu não faço) jantar e acabou o dia. Eu quero o castelo pra mim!!!! Já pensou dar uma festa nesse lugar? Não pensem no depois: a limpeza, fiquem só com a parte legal. Enfim, como eu não tenho os R$ 20 e poucos milhões (como eu não tenho essa grana??) pensei em possíveis soluções para o sr. Edmar Moreira:

1º- Começar um parque Brazil-Disney. Ia ter Minie, Mickey, todas as princesas, o lugar seria ampliado e de repente São João do Nepomuceno seria top 5 de destino turístico.
2º - Vender para a revista Caras que levaria os super famosos para lá. Imaginem a Galisteu na capa deitada à beira da piscina com um porção de pão de queijo. A manchete nem preciso colocar, é sempre a mesma.
3º - O castelo seria comprado pelo casal Brangelina que com seis filhotes teriam a missão de povoar o local. (Eles podem vai, garantia de filhos lindos :P)

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Capítulo 173

Queridos, o Humberto (Maia Jr.) gostou tanto de escrever aqui que repetiu a dose.
Espero que agora nesse repouso forçado, ele escreva mais, afinal serão alguns dias livre de fechamento.:P




"Eu deveria ter sido tratado com deferência. Afinal, estava com um cupom que me dava direito a comer e beber de graça no restaurante. Não é para qualquer um. Você já ganhou um desses? Mas o que se sucedeu foi o oposto. O garçon, primeiro, mal acreditava na minha "sorte". Olha, lê, confere, pergunta... chama o maitre.

- É para duas pessoas - ele comenta, espantado, e olha para mim como se eu fosse um iluminado. "Aproveita, heim", parecia querem me dizer com o olhar e aquela boca murcha.Eu aproveitei. Comi muito bem.

- Que chato esses caras, né? comentei mais tarde com a minha amiga, que era a dona do cupom. Parece que somos pobres e estamos ganhando o ano em irmos lá.

- Eu já passei dessa fase. Nem ligo.

Eu liguei um pouco. E me vinguei. Saí do restaurante sem gastar nada. E o garçon ficou sem gorjeta."

Capítulo 172

Porque na vida a gente precisa ser feliz e fazer graça de tudo é o primeiro passo.
Numa conversa sobre o atual cenário no mercado de trabalho.

1 - É tudo culpa da crise.

2 -Meu cu!

1 - Seu cu é a crise?

2 - Ele vai entrar....em crise

1 - Vá para o banheiro, caso isso realmente aconteça.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Capítulo 171

Dores pelo corpo, cansaço, sinais de vermelhidão, roxão, muitas ideias, criatividade a mil e o velho bom humor? Não precisa procurar um médico, são os ensaios do teatro que recomeçaram.

Capítulo 170

O que é a modernidade, né... a Sony está passando agora o primeiro episódio de Desperate Housewives, a internet já oferece até o capítulo 12. Claro que a minha curiosidade aguda não aguentou esperar, tá tudo baixado, quem quiser informações :P