sexta-feira, 26 de junho de 2009

Capítulo 247

Sobre M. Jackson:

Diálogo A


1 - Você viu? Michael morreu, deixou um monte de dívidas para os filhos... e no testamento ele passou os direitos das músicas dos Beatles para o Paul McCartney.

2 - Quem é esse?

1- Ora, é um cantor dos Beatles.

2- Ahhh, e onde tá esse homem?

1- Tá vivíssimo por aí......


Diálogo B

Amigo que comprou ingressos para o show em Londres:

- Vou mandar um e-mail pra saber se vão devolver meu dinheiro.

- Não vão. Eles vão usar o dinheiro dos ingressos para pagar o enterro dele.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Capítulo 246

Não sei se é o momento mas quem vai herdar os direitos dos Beatles que eram do Michael??

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Capítulo 245

Sigam-me os bons, http://twitter.com/JulianaPortugal

terça-feira, 16 de junho de 2009

Capítulo 244

Brog, brog, mais uma vez abandonado...

11 dias sem escrever por aqui
1 feriado
4 dias de folga
1 texto pra decorar
2 cadernos para terminar
1 gripe que não sabe se vai ou se fica e,
1 sorriso que não me larga

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Capítulo 243

O twitter perdeu a sua função. O objetivo não era ser um microblog, com post de até 140 caracteres? O site virou classificado com centenas de links. Isso prova que:

a-) Ler a notícia toda e resumi-la em 140 caracteres dá muito trabalho; é mais fácil dar um ctrl-c ctrl-v no endereço da notícia
b-) Não basta dominar o orkut, para conseguir o mesmo feito no twitter, vale postar qualquer coisa
c-) Prova que bom mesmo era quando não existia a internet.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Capítulo 242

Qual é a sua maneira de encarar o mundo? Há pessoas que deixam a vida as levar, outras que traçam um caminho como se fosse um roteiro em que nada pode sair do lugar, senão, toda a estrutura desaba. Ter alguém deste último grupo por perto pode se tornar o maior perigo. Para você, obviamente, porque a sensação de estar sendo comandada por um discípulo (a) de Hitler é constante. E uma pergunta meio boba pode até desencadear a terceira guerra mundial. Um exemplo: "você vota no tecido azul ou vermelho?" Aí você pensa "azul, vermelho, vermelho, azul "e chega a conclusão que tanto faz, mas opta pelo vermelho porque combina mais na SUA opinião. "VERMELHO? Ah, mas o vermelho é uma cor quente, forte, chama muita atenção,blablabla". Percebem o drama? Percebem o quanto é difícil para essas pessoas serem contrariadas? O quanto deve ser árduo para elas dizerem simplesmente "tá bom" e realmente estar bom? Que opinião é opinião e não há certo ou errado e que é muita pretensão querer mudar a de alguém? Por que as pessoas têm a mania de querer mudar uma as outras? Meio chato isso, né...

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Capítulo 241

Sabe qual é a pior coisa de fazer matéria para o caderno de Empregos? Os leitores mandam currículos para o seu e-mail. E é cada currículo que eu vou contar pra vocês, viu....

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Capítulo 240

Só quem convive com criança entende suas tiradas. Eu tento. :p

Gabriel, 3 anos (um garoto muito acima da média, de verdade, não é porque é meu primo não) - Vou te contar uma coisa

J - Conta!

G - Eu te amo.

J - Gabriel, como vc é lindo!!! - agarrando, sufocando o menino num ataque de Felícia.

Ele se solta do meu abraço, rindo muito, muito.

G - Ahahah, você acreditou que te amava? Eu não te amo não. Eu amo só a minha mãe. De você eu gosto só um pouquinho.

J - ........

G - Não fica com essa cara. Cadê seu humor?